Gestação - 3º trimestre

14 setembro 2016


No terceiro trimestre, sim, minha barriga estava bem aparente e eu me sentia super disposta e linda com barrigão...hehehhe.

Como escrevi pro blog da Tanara, minha maior dificuldade nessa época foi me vestir. Aqui no sul o inverno é realmente muito frio e eu sempre gostei de usar meia calça por baixo da calça pra me aquecer. Mas meia calça de gestante é muito mais cara e difícil de encontrar aqui em Pelotas. Então, eu cortei as laterais dos elásticos das minhas meias e consegui usar até agora, no final da gestação. É uma dica muito boa que peguei com amigas.
Calça não foi problema até as 34 semanas mais ou menos porque eu ainda conseguia usar calça jeans com aqueles extensores que falei no post passado. 

E, também porque comprei uma legging jeans super confortável e que eu usei muito quando a barriga cresceu pra valer.

Nesta foto eu ainda estava com 27 semanas, a barriga não estava tão grande, mas queria mostrar essa calça porque foi uma das que mais usei na gestação por ser legging e não me apertar.

E, em alguns dias que fizeram mais calorzinho, usei saias e calças mais larguinhas.

Sempre se dá um jeitinho, né?! heheheh

Hoje estou com 38 semanas, agora sim, parece que colocaram fermento na barriga. Cresceu muito rápido e sinto ela pesar bem mais.
Tive consulta hoje e já estamos com 2 dedos de dilatação. A Isabela está bem encaixada e agora é só esperar entrar em trabalho de parto. (ai, que nervoso!!)
Já deixei programado o próximo post pra mostrar minhas fotos de gestante que fiz em casa com a Tanara. Eu amei e espero que vocês gostem. 

Até o final da semana eu volto pra contar se a Isabela já estará conosco ou ainda não...heheheh
Beijocas,
Lidi

Gestação - 2º trimestre

04 setembro 2016


Passadas as primeiras 13 semanas, mais ou menos, os enjoos passaram completamente e comecei a aproveitar a gestação de fato. A barriga começou a aparacer discretamente e a ideia de ter um bebê dentro de mim foi sendo assimilada melhor....hehehhe.

Voltei a frequentar a academia fazendo musculação e caminhadas. Foi muito bom poder voltar a praticar exercício, me ajudou a não sentir dor nas costas e com certeza vai ser muito importante na hora do parto.

Nessa época a barriga começou a crescer um pouquinho mais e já dava pra ver quando usava roupas mais apertadinhas.


Minhas calças jeans começaram a ficar mais apertadas na barriga e eu tinha receio de estar fazendo mal em apertar a Isabela lá dentro...hehehhe.
Então, comprei um kit super útil da Mammy Belt. Vem com dois extensores para calça e três faixas de tecido pra cobrir os botões. Pude usar minhas calças jeans por um bom tempo com este sistema. 



Foi neste período que descobri que teria uma menina e escolhemos o nome dela de Isabela. Sinceramente, eu sempre tive um pressentimento que seria menino, mas me enganei. Não tínhamos preferência por menino ou menina, era só um palpite mesmo. E eu e o Alan estávamos com problemas para escolher o nome do menino. Quando finalmente concordamos que seria Benjamin, descobrimos que era uma menina e o nome Isabela já estava decidido a tempos. hehheheh.

O segundo trimestre foi super tranquilo e a alimentação também já é menos preocupante. Enquanto no primeiro trimestre não podia comer alimentos crus fora de casa, no segundo trimestre pude voltar a pedir meu sushi (que eu amo demais), comer saladas em restaurantes etc... Claro que eu sempre cuido muito se o local é limpo e tudo mais.

Uma coisa que me preocupava um pouco era as estrias. Então marquei uma consulta com minha dermatologista e ela me explicou que as estrias dependem muito da genética da mulher e se a barriga e o seio crescem rápido demais. Ela me orientou a tomar bastante água e cuidar a alimentação para não aumentar de peso muito bruscamente.
E como a minha pele estava muito ressecada por causa do frio e da água quente do banho, comecei a usar um creme hidratante específico pra gestante. Que uso até hoje e pretendo continuar usando pós parto. É o Bepantol Mamy.
























Me ajudou bastante a manter a pele hidratada. Por enquanto, nada de estrias.

Até o próximo post, quando vou falar do finalzinho da gestação e como está sendo esperar a chegada da Bela!
Beijocas,
Lidi

Gestação - 1º trimestre

21 agosto 2016


Quando descobri que estava grávida foi meio assustador. Eu e meu marido não esperávamos engravidar ainda este ano, os planos eram pra ano que vem, mas acabou acontecendo antes do programado. Pensar que um outro ser humano vai depender da gente completamente e que a partir daquele momento nossas vidas não seriam mais as mesmas é apavorante.

Com o tempo começamos a pensar em tudo que está por vir e o medo dá lugar pra ansiedade, porque queremos que este ser tão dependente chegue logo pra que possamos dar tudo que podemos e ensinar tudo que sabemos pra ele. 

Existem muitos mitos com relação à gestação. Cada mulher, cada família e cada gestação é diferente. Não existem regras para o que devemos sentir ou pensar. Por exemplo, todos dizem que a mulher se torna mãe assim que sabe do resultado do exame de gravidez e que só nasce um pai, quando nasce o filho. Mentira! Para algumas pessoas pode ser assim, para outras, não.
No meu caso não foi assim. O Alan se acostumou com a ideia bem antes de mim. Falava que amava a criança sem nem saber como ela seria, sem nem ver o rostinho dela no ultrassom. Eu demorei um pouquinho mais... comecei a sentir um afeto muito grande só depois de saber o sexo e começar a sentir ela mexer dentro de mim. E não tem motivo nenhum pra eu me sentir culpada ou achar que serei uma péssima mãe.

Até  a 13ª semana tive bastante enjoos e não conseguia comer direito, por isso não engordei nada, pelo contrário, acabei perdendo umas 600 gramas.

O primeiro trimestre é um período mais difícil pra gente se vestir porque a barriga ainda não cresceu muito, mas também não está como era antes....hehehehe. Eu optava sempre por blusas mais soltinhas pra disfarçar, mesmo.

Parei de fazer academia até realizar todos os exames e me certificar de que estava tudo ok com o baby. Depois voltei a praticar musculação e caminhadas.

Acho que foi isso!
Ah! E como eu tinha parado com o blog, comecei a escrever sobre a gestação pro blog de uma amiga muito querida, a Tanara. Visitem o blog dela e deem uma olhada no que já postei por lá. 

Próximo post falo sobre o segundo trimestre da gestação.

Beijocas,
Lidi

Colômbia - San Andrés

19 agosto 2016


Continuando os posts da viagem, então.
De Cartagena pegamos um voo até a ilha de San Andrés, conhecida pelo seu mar de sete cores. E é verdade, gente, o mar tem sete cores ou mais até...hehehhe. É lindo demais!!
O único porém da ilha é que é um lugar bem pobre, os hotéis e pousadas não são muito bons (os bons custam muito caro) e a limpeza não é o forte de lá. Mas a beleza natural compensa tudo isso!

No primeiro dia na ilha passeamos de manhã pela praia e aproveitamos o mar maravilhoso!!!
San Andrés - Colômbia








San Andrés - Colômbia

San Andrés - Colômbia
E a tarde fizemos um mergulho. Na verdade não fizemos, o Alan fez, eu não consegui. Descobri que eu tenho um certo medo de água e de mergulhar (deve ser por isso que não curto natação, nem nada desse tipo). Fiz a aula com um instrutor na piscina e não me adaptei ao cilindro e à respirar pela boca.
Mas enquanto o Alan fazia o mergulho fiquei brincando com os peixinhos na beira...hehehhe.
San Andrés - Colômbia
San Andrés - Colômbia

A janta foi em um restaurante de um hotel, na beira da praia. Tudo de bom!
San Andrés - Colômbia
San Andrés - Colômbia


No outro dia alugamos um jetski pra ver as cores do mar. É impressionante como muda de cor dependendo dos corais. É lindo demais!
San Andrés - Colômbia
San Andrés - Colômbia
San Andrés - Colômbia



É isso, gente! Depois de San Andrés, voltamos pra Cartagena e na manhã seguinte pegamos o voo de volta pra casa. Eu amei a viagem e indico pra todo mundo conhecer a Colômbia. É muito lindo!!! 

Beijocas,
Lidi
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...